{ background: black }

terça-feira, dezembro 14, 2004

Josh Rouse - 1972 (2003)

 pelO Puto 


Josh Rouse ofereceu-nos, em 2003, um dos melhores disco pop desse ano (senão o melhor). À voz encantadora deste norte-americano junta-se-lhe uma fórmula musical bastante natural mas certeira ao ouvido: Guitarras herdeiras do melhor indie e folk de tempos passados, cordas e metais oportunos (mas não oportunistas), coros charmosos, secção rítmica com um cool groove. Na primeira metade do álbum desfilam temas mais dançantes e de celebração ("Love Vibration", "Sunshine" ou "Slaveship"), contrastando com temas mais intimistas na segunda ("Under Your Charms", "Flight Attendant", " Sparrows Over Birmingham"), apesar de uma aura melancólica cobrir mais ou menos subtilmente todos os temas. Mas o resultado é uma audição com um sorriso na cara, que se repete vezes sem conta, pois o disco é viciante (é de curta duração, por isso dá a volta num ápice). O melhor, ou, pelo menos, o mais refinado que ele já fez até agora.
Podemos vê-lo ao vivo na próxima quarta (15 Dez) em Lisboa (Fórum Lisboa), e na sexta seguinte (17 Dez) no Porto (Alfândega).
Para concluir, só poderia dizer bem de um disco cujo título é o ano de nascimento do autor deste blog, bem como do próprio Josh Rouse.
http://www.joshrouse.com/

2 Comments:

Blogger gonn1000 disse...

Contava ir ao concerto, mas afinal não fui...Mas Jay Jay Johanson sexta na Aula Magna já está garantido...

15/12/04 9:10 da tarde  
Blogger Kraak/Peixinho disse...

Puto, o teu blog é o máximo! Finalmente parece que encontrei alguma coisa interessante sobre música! Estava no Porto no dia do concerto, mas o pessoal cortou-se! Fikei furioso! E já agora, pq naum comentas "Nashville"?
Hugzzz

19/4/05 11:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home