{ background: black }

segunda-feira, março 21, 2005

The Kills - No Wow (2005)

 pelO Puto 


The Kills ∩ The White Stripes = duo m/f + baixo para quê? + "The" no nome. Desfazem-se aqui os boatos que os The Kills seriam mais um sucedâneo dos sobrevalorizados The White Stripes. Têm mais a ver com os Royal Trux do que com estes últimos. Não são o garage rock ou o country os motores musicais da dupla, mas do blues que sugam toda a energia no segundo álbum, com um know how assinalável.
Um pouco longe do psicadelismo do primeiro registo, o duo anglo-americano apresenta-nos um disco mais maduro e mais trabalhado, mas no entanto mais suado e mais sedutor. As grandes malhas de guitarra de Jamie Hince a.k.a. Hotel, a percussão da caixa de ritmos e a voz firme de Alison Mosshart a.k.a. VV (mais um exemplo do "menos é mais") são os ingredientes para 11 temas que transpiram blues por todos os poros, apesar da abordagem não purista. As canções sugerem-nos paisagens norte-americanas e road trips (títulos como "Dead Road 7", "Rodeo Town" ou "Murdermile" não enganam), e por vezes convidam a bater o pé ("Love Is A Deserter" E "The Good Ones" são bons exemplos). São melodias arrastadas e viciantes! É certo que, por vezes, nos vem à memória PJ Harvey, mas não disseram o mesmo a PJ Harvey sobre Patti Smith?
Mais um bom exemplo dos recentes casais musicais, ao lado dos já citados The White Stripes, The Raveonettes ou Joy Zipper, que ajudam a tirar o pó e a envernizar a velha prateleira do rock.
http://www.thekills.tv/
http://www.dominorecordco.com/

9 Comments:

Blogger gonn1000 disse...

Confesso que a banda ainda não me conquistou...Também não é o tipo de sonoridade que mais aprecio, na linha de White Stripes, Jon Spencer Blues Explosion e "Rid of Me" da PJ Harvey (o álbum dela que menos gosto). Pode ser que qualquer dia...

21/3/05 12:11 da tarde  
Anonymous Pinko disse...

Puto... podes alterar para "http://pinko.com.sapo.pt" ???
Obrigado por tudo e... continua o bom trabalho. Até breve.

Pinko//

22/3/05 6:02 da tarde  
Blogger FDV disse...

não é a sonoridade que mais me prende mas não desgosto [esta afirmação não serve de muito, mas vai na mesma].

dead road 7 lembra-me claramente p.j. harvey.

gosto particularmente de rodeo town.

os melhores cumprimentos do litoral oeste.

22/3/05 6:42 da tarde  
Anonymous dermot disse...

São fenomenais e acho este No Wow superior a kepp Your On The Mean Side.
Quem os viu em Paredes de Coura viu um grande concerto, apesar das contrariedades.

Este álbum é um excelente amadurecimento, num registo lo-fi pós-bluesly de PJ Harvey, ou do rock de cabedal dusn BRMC (mas que quer isto dizer?).

22/3/05 8:21 da tarde  
Anonymous pinko disse...

Realmente, só eu mesmo para chegar aqui, dizer o que tinha a dizer e sobre os Kills... nada.
Enfim, voltei por isso mesmo.
Não vou dizer os Kills que são melhores ou piores que os White Stripes, são diferentes. Quer dizer, já vi as duas bandas ao vivo e de facto em palco os White Stripes são melhores. Agora no que diz respeito a meter o cd na gaveta e ver até que ponto dá para ouvir sem pensar em trocar de disco tenho a dizer que No Wow e Keep Your Mean Side ganham aos minutos aos White Stripes que já terminaram as gravações do proximo album.

23/3/05 11:52 da manhã  
Blogger O Astronauta disse...

Bom disco. Nada do outro mundo, mas ainda assim um bom disco de um a dupla que cresce em cima de um palco! O single tem umas remisturas excelentes...

23/3/05 3:18 da tarde  
Blogger sandra disse...

Oi Puto :)

Lamento não meter aqui mais vezes a minha colherada mas estes comentários do blogger são uma seca :D

The Kills... Gds, gds... este último álbum parece-me menos bom mas tomara mtos fazerem algo como isto :p

30/3/05 6:41 da tarde  
Blogger JGSC disse...

Eu gosto mt mt mt... Diferente do anteriror mas igualmente bom :)

10/4/05 9:52 da tarde  
Anonymous Benedict Bonn disse...

I have some great ideas :) Nevermind. Next time.

9/1/06 12:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home