{ background: black }

quarta-feira, outubro 04, 2006

Kudu – Death Of The Party (2006)

 pelO Puto 



Homónimos de um antílope africano, ao ouvir “Death Of The Party” entendem-se as analogias. As agilidades musical, verbal e corporal são algumas das características deste duo nova-iorquino.
Dois grandes trunfos jogam em favor deste disco que, só por si, garantem uma boa fórmula: uma voz elaborada e uma variedade de ritmos bem construídos. É certo que ao resultado não é alheio a experiência e a capacidade técnica dos seus membros, mas aqui o todo é maior que a soma das partes. Bem maior. A sedutora e versátil voz de Sylvia Gordon interpreta belas e cativantes melodias, fazendo lembrar ora algumas das melhores vozes da soul, ora a Siouxsie, ora a Roisin Murphy. Só por curiosidade, ouça-se o delírio multilingue em "Love Me In Your Language"... As elaboradas texturas instrumentais compostas por D. Anthony apresentam uma riqueza e variedade de referências, do hip hop ao drum’n’bass, do electro ao jazz, da house ao breakbeat, tudo envolto em pop e soul, apesar da economia de recursos (bateria, baixo e teclados).
Viciante, dançável, sofisticado porém acessível. Talvez o único defeito seja a duração do álbum (cerca de uma hora), mas isso depende apenas do grau de adição.
Sítio oficial dos Kudu
Kudu no MySpace
Amostras: Love Me In Your Language | Bar Star | Hey 50

3 Comments:

Blogger O Tipo disse...

Viciante é a palavra certa

4/10/06 12:32 da tarde  
Blogger O Rapaz Nódoa disse...

Destaco uma música... "Playing House"... muito bom

4/10/06 10:04 da tarde  
Blogger João M disse...

a mim faz lembrar Goldfrapp em versão soul. também Moloko, sim. a primeira vez que ouvi Kudu as referências pareceram-me demasiado óbvias, mas este disco tem realmente uma grande capacidade de sedução. tenho incluído músicas como "bar star" nas playlists diárias.

9/10/06 4:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home