{ background: black }

terça-feira, maio 31, 2005

Antony na Casa da Música

 pelO Puto 


Depois de um concerto extasiante no sábado, nada melhor que uma actuação mais intimista para contrabalançar. Foi isso e algo mais, o que aconteceu no concerto de Antony e os seus Johnsons.
Apesar de iniciado com um instrumental à guitarra acústica, o que toda a gente esperava ouvir a voz angelical de Antony, o circuncentro da sua música. Percorreu quase toda a sua discografia, teve tempo para revisitar "Guests", do seu compatriota Leonard Cohen, conversou amistosamente com a plateia repleta, distribuiu alguma boa disposição para atenuar o peso da melancolia presente na sua obra, convenceu-nos a acompanhá-lo num tema inédito, e sobretudo deslumbrou-nos com a sua performance. Os Jonhsons formam um óptimo complemento à voz e piano de Antony, conferindo-lhes uma beleza ora etérea ora cortante. Terminou com "Hope There's Someone", que nos tirou o fôlego.
Nos dois encores ainda falou no charme de Portugal, com especial relevo para as mansões na Foz do Douro, reinterpretou "Candy Says", de Lou Reed (dedicado a Candy Darling, que figura na capa do seu último álbum), e deixou saudades.

7 Comments:

Blogger kimikkal disse...

Boas sugestões, vou estar atento às próximas!

31/5/05 11:33 da manhã  
Blogger gonn1000 disse...

Muito bem, mas hoje é a minha vez de ir ao concerto :D

31/5/05 5:54 da tarde  
Blogger Spaceboy disse...

Como gostava de ir vê-lo hoje à Aula Magna, mas ne tudo corre como queremos. Mas amanha vou ver o Billy Corgan!

31/5/05 6:50 da tarde  
Blogger souljacker disse...

pela amostra na quinta-feira, na Fnac do norteshoping, pude confirmar aquilo que já suspeitava, ao vivo o gajo tem uma voz fantástica.
sozinho com o piano conseguiu sempre prender a atenção de todos quanto lá estavam.
infelizmente não deu pra ir ao concerto... engraçado que essa das mansões da foz também foi lá utilizada...lol

abraço

31/5/05 9:15 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Grande concerto!!! Mas que grande concerto!!! FENOMENAL!! Tudo: a acústica da casa da música, os musicos, as musicas e, principalemente, a voz!

P.S: A propósito, a cena da peruca é que se dispensava. Principalmente para quem, como eu, verificou no dia anterior na Fnac, que o Antony não tem cabelo comprido...

2/6/05 12:41 da tarde  
Blogger O Puto disse...

Esqueci-me de falar nas excelentes condições acústicas da sala, pois ainda não tinha assistido a nenhum concerto lá. E também me esqueci de falar no orgão de tubos que o Antony gostaria de tocar. O que ele não sabia é que o orgão é falso (isto segundo o que me disse uma amiga).
Quanto à cena da peruca, ele já se apresentava assim em alguns cartazes. E até nem lhe ficava mal.

4/6/05 12:44 da manhã  
Blogger Ricardo disse...

Estivemos na mesma sala, presenciámos a mesma emoção... quem me dera ter "melhores" palavras para o descrever.
Depois precisava de uma ajudinha tua, mas depois "falamos"...

5/6/05 1:23 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home