{ background: black }

terça-feira, junho 03, 2008

Sons and Daughters - This Gift (2008)

 pelO Puto 



Quando estes escoceses lançaram, em finais do ano passado, o portentoso single "Gilt Complex", adivinhava-se uma abordagem mais dura no segundo álbum. Após um mini-álbum mais cru e de um álbum muito catita que oscilava entre o indie rock e a folk mais acelerada, a lembrar os Violent Femmes ou o Nick Cave com salpicos de pós-punk, contaram, no novo disco, com a produção de Bernard Butler, provavelmente com o intuito de focarem a sua sonoridade. E é realmente o que acontece. As musculadas canções rock dominam este disco, bem como a voz de Adele Bethel, sempre poderosa e sedutora, servindo os coros de Scott Patterson como um complemento, apesar de menos frequentes que em "The Repulsion Box". As guitarras são certeiras e polidas, a secção rítmica é pulsante e apelativa, as letras são catchy e os temas são enérgicos (muitos são singles em potencial), mas as mudanças de andamento e intensidade, frequentes no disco anterior, estão praticamente ausentes. Apesar de ser um bom disco, é de minha opinião que aquilo que se ganhou em demarcação e homogeneidade perdeu-se em identidade.
Sítio oficial dos Sons and Daughters
Sons and Daughters no MySpace
Videoclip de "Gilt Complex"
Videoclip de "Darling"
Videoclip de "This Gift"
Amostras: The Nest | Chains | Goodbye Service

2 Comments:

Blogger O Tipo disse...

Concordo contigo, gosto bastante mais do anterior

3/6/08 2:11 da tarde  
Blogger Wellington Almeida disse...

Já é uma das estrelas aqui da casa. E «Iodine» é uma das canções destruidoras do ano!

5/6/08 1:26 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home