{ background: black }

quarta-feira, agosto 31, 2005

The Organ – Grab That Gun (2004)

 pelO Puto 


Mais anos 80? Sim, porque não? Afinal, é um filão que ainda não se esgotou, servindo ainda de fonte para sons renovados (ou não). Afinal, se os Joy Division influenciaram os Interpol, os Smiths inspiraram os Belle and Sebastian ou os Jesus and Mary Chain assombraram os B. R. M. C., porque não estes todos mais os Cure e os Throwing Muses a servirem de musas (vem mesmo a calhar o termo) às canadianas The Organ?
Os riffs angulares, o orgão oportuno e a voz anasalada de Katie Sketch (que faz recordar Kristin Hersh) são os principais ingredientes deste curto registo de estreia. Poder-se-ia pensar que são a versão feminina dos The Stills, mas isso seria redutor, apesar das algumas similaridades óbvias. O som parece um pouco datado, induzindo-nos alguma nostalgia, mas a autênticidade, o lirismo e a pop melancólica são trunfos que vencem qualquer preconceito. E pronto, estão-me aqui a dizer que as miúdas são muito engraçadas.
Os meus agradecimentos ao Astronauta, que nos deu a conhecê-las durante o seu período de férias, apesar de que já as mencionara há algum tempo.
http://www.theorgan.ca/
Amostras: Brother | Love, Love, Love | Memorize The City

1 Comments:

Blogger laila disse...

the organ é muito bom! todas as faixas! dá vontade de dançar!

20/8/06 11:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home