{ background: black }

quarta-feira, abril 02, 2008

Okkervil River - The Stage Names (2007)

 pelO Puto 



Como resultado da tournée extensiva de apresentação do penúltimo álbum (“Black Sheep Boy”), um volume audaz de folk e indie que, na altura, me passou despercebido, a banda ganhou uma coesão exemplar que lhe permitiu concertar novo disco de uma forma mais intensa e participativa. Veio-me à memória o percurso dos The National, que almejaram alguma fama com o seu terceiro trabalho, mas que atingiram um estádio de primazia com o quarto.
“The Stage Names” é plenamente preenchido com energia, algo que faltava ao registo anterior para atingir este patamar de excelência. A folk envolve um esqueleto rock onde tudo ocupa o seu lugar minuciosamente, não admitindo atropelamentos desnecessários. A guitarra tanto lidera o som como serve de coro, um violoncelo pode perfeitamente liderar o ritmo, os sopros encaixam na perfeição, um piano não se coíbe em dar o seu contributo, a bateria é pulsante e instigante e a voz de Will Sheff está mais segura em diversos tipos de registo, que tanto pode parecer um choro como um consolo, um grito ou um embalo, uma ode ou uma confissão. As alusões a actrizes porno, canções sobre números, livros, barcos e outras ideias, experiências e percepções são intensa e harmoniosamente cantadas pelo líder através de textos densos e de referências aparentemente dispersas. Em nove temas envolvem-nos e revolvem-nos com sentimentos de desilusão e revolta, atingindo-nos com sinais concretos da nossa existência e cumplicidade e não com conceitos abstractos e figurativos.
Quer levemos um soco no estômago ou soframos um aperto no coração, que mais nos resta que não seja esperar que a dor passe e que nova investida nos atinja?
Sítio oficial dos Okkervil River
Okkervil River no MySpace
Videoclip de "Our Life Is Not A Movie Or Maybe"
Videoclip de "Girl In Port"
Amostras: Unless It's Kicks | A Hand To Take Hold Of The Scene | Plus Ones

4 Comments:

Blogger M.A. disse...

Lamento discordar, mas acho que em ambos os casos - Okkervil River e The National - os discos anteriores eram melhores do que os últimos.
Mas, de qualquer das formas, são ambos grandes discos.
Principalmente este.

Abraço

2/4/08 10:42 da tarde  
Blogger Kraak disse...

Amigo Puto, por tudo isso que escreveste e por tudo o que sentes quando ouves 'The Stage Names', este foi para mim um dos melhores álbuns de 2007, como sabes.

Um murro no estômago? Sim, sem dúvida. Não sei é se o aperto no coração foi antes ou se se seguiu ao murro.

Um excelente álbum! :)

Hugzz!

4/4/08 10:42 da tarde  
Blogger Pedro Sesinando disse...

excelente àlbum, sem dúvida. bom texto também. já agora: http://nuvem-mae.blogspot.com/2008/10/okkervil-river-stage-names.html

14/11/08 2:30 da tarde  
Blogger Pedro Sesinando disse...

também me parece que não chegaram lá com este novo, mas a fasquia ficou bem alta com este stage names.

abç.

14/11/08 5:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home