{ background: black }

terça-feira, junho 21, 2005

LSD Soundsystem

 pelO Puto 


Pujança, adrenalina e suor foram as ofertas dos LCD Soundsystem no concerto da Sala 2 da Casa da Música. Apesar da curta duração, a energia que emanava do palco era absorvida e canalizada para os braços, pernas e tudo o que é articulação. A bateria em alta rotação de Pat Mahoney e o baixo alucinado de Tyler Pope (!!!, Out Hud) reinaram, e foram a argamassa sonora que suportou a voz (por vezes surpreendente) de James Murphy, a maquinaria da sossegadita-a-necessitar-de-um-abanão Nancy Whang e o multifuncional Phil Mossman. Recuperaram temas dos primeiros singles (o excelente “Losing My Edge”, “Yeah”, “Beat Connection”), percorreram parte do álbum homónimo e interpretaram duas covers (“Slowdive”, de Siouxsie & The Banshees, e "Jump Into The Fire", de Harry Nilson, o único tema do encore). O ritmo acelerado de muitos temas não nos deu descanso (“Daft Punk Is Playing At My House” estava seguramante a mais de 120 bpm), a densidade encheu-nos os ouvidos, mas queríamos mais. Queríamos sair de rastos, mas o carismático James Murphy não deixou. Ohhhhh!

13 Comments:

Anonymous Nel disse...

Pff Pff Pff ... pra quem faz concertos naquela sala superlotada... que de facto é muito "Pretty" (James Murphy dixit) mas que nos deixa sempre sweat-drenched (mesmo q não andem aos pulos como eu!!!)

21/6/05 4:10 da tarde  
Blogger O Astronauta disse...

Só espero que o concerto desta noite esteja ao mesmo nível!

21/6/05 4:26 da tarde  
Blogger O Tipo disse...

Grande concerto! Ao vivo o "Loosing my Edge" ganha outra força. Muito bom.

21/6/05 5:46 da tarde  
Anonymous mariana disse...

acho que a sala 2 é excelente para este tipo de concertos...foi mt bom mesmo...electrizante...

21/6/05 6:20 da tarde  
Blogger membio disse...

fogo, vocês têm uma sorte em viver ao pé da casa da música sniff!! moro em Faro no Algarve, que cena, e o diñero é pouco para viajens... Sniff!

21/6/05 7:39 da tarde  
Blogger Kraak/Peixinho disse...

Fantástico!!! Espero que amanhã aconteça o mesmo no LUX. Quero sair de lá electrizado e electrocutado, LOL. Tks, Puto.
Hugzzz

21/6/05 8:23 da tarde  
Blogger Ricardo disse...

Pois é "membio", isto de viver afastado de tudo é detestável. E é que os melhores concertos são logo quando eu não posso. Para o Antony lá fiz um esforço e fui eu sozinho até ao Porto. Quero sair deste fim do mundo!!!

21/6/05 8:24 da tarde  
Blogger Spaceboy disse...

membio: tenho o mesmo problema que tu, mas eu vivo no alentejo (santiago do cacem, ao pe de sines), mas ainda tenho uma agravante: so tenho 16 anos o que dificulta muito as coisas, mas não me posso queixar, porque de vez em quando vou a capital ver uns concertos.

21/6/05 8:30 da tarde  
Blogger gonn1000 disse...

Contava ir ao concerto de hoje no Lux (que deve estar a começar), mas afinal não deu...Enfim, maybe next time...

21/6/05 11:09 da tarde  
Blogger O Puto disse...

Não se queixem tanto, pois eu tenho que andar 100 km (no mínimo) por uma estrada perigosíssima para ir a um concerto.

22/6/05 12:09 da manhã  
Blogger membio disse...

thanx pessoal pelas animadoras palavras... enfim já não estou sozinho! Ainda bem que temos aqui a semana académica e o Algarve Summer Festival :)

22/6/05 1:00 da manhã  
Blogger O Gémeo Perverso disse...

Que seca de concerto! E que basqueiro! Para ir à discoteca pago menos, e não tenho que gramar com gajos aos berros.
Para a próxima não saio da minha terrinha, que não tem assaltos nem poluição.

22/6/05 2:12 da manhã  
Blogger myself disse...

Puto: palavras sobre o concerto de ontem no Lux são: Calor.Muito calor. Adrenalina. Muita.
Corpos electrificados pelas batidas. Grande, GRANDE concerto. E grande calor.
Beijos

22/6/05 8:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home