{ background: black }

quinta-feira, março 23, 2006

Tiga - Sexor (2006)

 pelO Puto 



Um DJ que vira artista pop no sentido restrito da expressão raramente alcança bons resultados. Penso que se torna demasiado permeável aos ritmos e muitas vezes só o faz para conseguir mais algum material para passar nas suas sessões ou para ganhar alguma credibilidade no meio musical. Mas eu não sou grande conhecedor do género nem do meio, por isso sigo o conselho da Alcina Lameiras e não nego à partida uma ciência que desconheço.
O álbum de estreia do canadiano Tiga não começa da melhor maneira: um tema fraco ("Far From Home") e algum material compilado de edições anteriores que não constitui nenhum efeito surpresa. Uma incursão no universo electro/techno condimentado por vocalizações pop e mais orientado para as pistas de dança. No entanto, no decorrer do alinhamento, o disco vai conseguindo (em crescendo, a meu ver) o balanço necessário para que resulte de uma melhor forma, corroborando a máxima do programa Caixa de Ritmos, "porque a música de dança também é para ouvir". Temas mais descomprometidos do ritmo e mais empenhados a nível da composição (embora sempre económicos), 2 versões bem conseguidas ("Down On It" dos Nine Inch Nails e "Burning Down The House" dos Talking Heads) e uma pop mais assumida mas simultaneamente mais oblíqua.
Agora o clichet: a prova dos noves de um artista que ultrapassou muito bem o fenómeno electroclash.
Sítio oficial de Tiga
Amostras: You Gonna Want Me | High School / Jamaican Boa | Louder Than A Bomb

9 Comments:

Blogger O Tipo disse...

Um álbum um bocado fraquinho...passou a prova dos nove, mas também não é nada de especial. É pena, pq este rapaz até tem boas músicas (p. ex. o "Hot in Herre") e umas misturas engraçadas.

23/3/06 2:38 da tarde  
Blogger atari disse...

ja "sigo" o méne há algum tempo, infelizmente nunca o vi nas algumas passagens q já fez por portugal. qto ao álbum, bem q podia estar melhor mas está longe de desiludir!. a melhor música, para mim, é a última, "brothers", a linha de baixo é irresistivel!

23/3/06 5:09 da tarde  
Blogger Spaceboy disse...

É bom, mas podia ser muito melhor.

23/3/06 5:24 da tarde  
Blogger gonn1000 disse...

É desiquilibrado, mas canções como "High School" ou o single "You Gonna Want Me" são irresistíveis :)

23/3/06 11:46 da tarde  
Anonymous astropastor disse...

Realmente sexor como album, não é nenhuma especialidade. Mas no final, temas como "You Gonna Want Me", salvam a reputação de Tiga.

24/3/06 4:23 da manhã  
Blogger nel colaça disse...

desequilibrado...

24/3/06 3:53 da tarde  
Blogger par disse...

Só se salvam os singles. Acho que devia ter ficado só como DJ.

25/3/06 5:32 da manhã  
Anonymous DJ Sac@ disse...

Nova York está a queimar! Londres está a queimar! É assim o refrão do incrível single “Burning down” (já um clássico), que coloou o DJ canadeano (de Montreal) Tiga no mais alto patamar entre os frequentadores dos clubes underground do mundo. Anteriormente, Tiga já tinha resgatado o hit da new wave “Sunglasse at night” (que se tornou num verdadeio hino do electroclash) e regravado “Madame Hollywood”, de Miss Kittin. Pena só para o facto de ter-se "confundido" ao refazer “Hot in herre”, um sucesso hip hop de Nelly!

7/4/06 8:59 da tarde  
Blogger sam drade disse...

o album eh irregular...o que tem de bom já foi lançado como single antes...ultimamente o cara tem mandado bem nos remixes como o de tribulations do lcd soundsystem... e you gonna want me é irresistivel!!!!

20/4/06 3:34 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home