{ background: black }

segunda-feira, outubro 06, 2008

Sem fios

 pelO Puto 



Graças aos esforços da Undergrave Productions, à qual apresento os meus parabéns, foi possível assistir à estreia dos suecos The Mary Onettes em palcos portugueses. Dois dias depois do concerto em Lisboa, apresentaram-se no passado dia 1 de Outubro n’ O Meu Mercedes, à Invicta. Foi uma óptima forma de comemorar o Dia Mundial da Música. A banda, expandida para quinteto, fez desfilar o seu álbum de estreia e alguns temas novos de forma escorreita e honesta, onde se verifica uma expansão do som e uma impressão mais humana nas emoções. As influências de uma certa facção da música dos 1980’s são evidentes, com letras negras e melancólicas, bem reflectidas nas paranóias do seu vocalista (será fã dos iLiKETRAiNS?), mas onde há espaço para esperança e redenção. Para último encore guardaram a bela “Pleasure Songs”, como que a representar uma súmula do serão.

1 Comments:

Blogger Kraak disse...

Hey!! Obrigado por esta review e pela tua presença no concerto. Foi efectivamente muito bom, aliás o pessoal que assistiu o concerto no Porto bem se pode gabar de uma alta prestação dos The Mary Onettes. Se o concerto em Lisboa foi muito bom, no Porto, ultrapassou todas as expectativas. Excelente.

Ainda bem que gostaste! :)

Hugzzz!

6/10/08 10:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home