{ background: black }

segunda-feira, junho 12, 2006

Deerhoof flutuantes

 pelO Puto 



O barco que serve de casa ao Porto Rio foi o espaço privilegiado para a primeira actuação dos Deerhoof em Portugal, na passada segunda feira (5 Jun). Na primeira parte, já depois da hora prevista, estiveram os Alla Pollaca, com o seu pós-rock matemático, revelando-se uma das melhores bandas portuguesas a navegar nestes mares. Foram uma excelente abertura para os Deerhoof, agora reduzidos a trio (um power trio, melhor dizendo), que exibiram o seu rock desconstruido e angular de forma exemplar, destilando energia e virtuosismo. Desfilaram temas dos últimos dois álbuns e outros que desconhecia, aplicando estruturas do free jazz ao pós-rock, com alternâncias frequentes entre noise mais poderoso, a melodia naive e o psicadelismo. Complementarmente, destacou-se também o carisma e atitude de cada um dos membros da banda. A vocalista Satomi Matsuzaki retirava sons densos do baixo (o que não deixa de contrastar com a sua estatura) quando não estava a gesticular de uma forma curiosa e familiarmente nipónica. O incansável Greg Saunier, porta-voz da banda, surpreendeu pela pujança de uma bateria simples (tarola, bombo e pratos apenas) porém versátil. John Dieterich exibiu destreza no domínio das 6 cordas enquanto acompanhava os sons com movimentos bocais, qual Angus Young alternativo (sem a fatiota ridícula, claro). Podem vir cá mais vezes partilhar essa loucura controlada.
Secção Deerhoof no sítio da editora Kill Rock Stars
Deerhoof no MySpace

3 Comments:

Blogger par disse...

Também foi assim em Lisboa. Grande concerto.

14/6/06 1:13 da manhã  
Blogger fabiana disse...

Gostava mesmo de ter ido...

14/6/06 12:13 da tarde  
Blogger HK disse...

Lindo!

15/6/06 8:14 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home