{ background: black }

terça-feira, março 15, 2005

Nicolette - Life Loves Us (2005)

 pelO Puto 


Confesso que já tinha saudades de Nicolette. Sempre me desconcertou aquela combinação bizarra da sua voz doce mas invulgar com a instrumentação electrónica, nervosa e densa. Assim o foi nos seus dois primeiros álbuns, nos quais Nicolette recorreu a diversos produtores - Shut Up & Dance, Plaid, Alec Empire, 4Hero, Felix - que moldaram o som um pouco à sua maneira - da electrónica experimental ao hardcore, passando pelo house. No entanto, a instrumentação, por vezes demasiado ousada (se é que se pode dizer isto), poderia causar desconforto em alguns temas, apesar de o seu timbre invulgar lhe ter valido alguns pedidos de colaboração em outros projectos - destaque para "Protection", dos Massive Attack, e "Not For Threes", dos Plaid.
No seu terceiro registo Nicolette toma total controlo da produção, e pode-se dizer que todo este tempo sem editar nenhum álbum de originais ("Let No One Live Rent Free In Your Head" já data de 1996, e entretanto apenas compilou um "DJ Kicks") serviu para apurar e aperfeiçoar um som que já lhe é característico. Já não há dualidade voz - programações, pois estas últimas têm o mérito de envolverem de forma simbiótica o registo vocal. Mas não se enganem, pois as melodias multi-tonais e os ritmos saltitantes (nunca sufocantes) pouco têm de ortodoxo, o que posiciona este registo mais próximo de um de Herbert ou de Björk do que de outro qualquer de trip-hop ou drum'n'bass moribundo (leia-se ultra-explorado).
A consagração de uma grande senhora da electrónica contemporânea, que conseguiu inovar e ao mesmo tempo oferecer um disco pop delicioso e de celebração.
Está à venda esta semana com o Blitz por apenas mais 8,90 euros.
http://www.earlyintime.com/

18 Comments:

Blogger gonn1000 disse...

Conheço o segundo disco e as colaborações com os Massive Attack. Este novo é mais um para ouvir em breve (apesar da pouco apelativa capa)...

15/3/05 11:04 da manhã  
Blogger Allen Douglas disse...

8.90 é um preço justo por um CD. Vou comprar. COncordo que a capa é um bocado infeliz.

15/3/05 11:07 da manhã  
Blogger JGSC disse...

Lol… o álbum da capa que faz torcer o nariz… :) confesso que a mim tb não me agrada muito… Estou em dúvida se o hei-de comprar ou não… ainda não conheço nada deste álbum e comprar um cd que vem com um jornal não é o mesmo que ir a uma loja e ouvi-lo primeiro… tenho que investigar na net… :)

15/3/05 3:18 da tarde  
Anonymous dermot disse...

É o melhor disco do Blitz dos últimos que têm saído.

15/3/05 9:46 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

É o melhor disco do Blitz dos últimos que têm saído.

www.laundryblues.blogspot.com

15/3/05 9:46 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

É o melhor disco do Blitz dos últimos que têm saído.

www.laundryblues.blogspot.com

15/3/05 9:46 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

É o melhor disco do Blitz dos últimos que têm saído.

www.laundryblues.blogspot.com

15/3/05 9:46 da tarde  
Blogger filipe brito disse...

desde a participação breve, mas sublime, em maxinquaye que a voz lânguida de nicolette se tornou uma referência!

18/3/05 11:20 da manhã  
Blogger O Puto disse...

Em "Maxinquaye" do Tricky?! Não estarás a confundir?

18/3/05 2:01 da tarde  
Anonymous Ícaro disse...

Puto, respondendo a um dos seus comentários lá no meu blog, disse que música - tal qual o cinema - também é uma das minhas paixões. Mas não sou um grande conhecedor de grupos internacionais. Não que eu não procure conhecê-los, mas acabando ouvindo mais a música brasileira e grandes compositores/intérpretes de outros lugares como Amália Rodrigues e Dulce Pontes em Portugal; Cesária Evora em Cabo Verde; Gardel, Fito Paez e Tanguetto na Argentina; Cole Porter, Nina Simone, Billy Holiday nos EUA; Piaf na França; Lila Downs no México; Julio Drexter no Uruguai e assim por diante. No cenário mais pop(levando-se em consideração meus quase 40 anos) sou fã incondicional de Bruce Springsteen e Tina Turner; mas também curto Sineàd O'Connor, Seal, Belle e Sebastian, Gentle Waves, Joss Stone, U2, Lenny Kravitz, Annie Lennox, Lisa Stansfield, etc. Gostei do seu blog; com certeza será uma fonte nova para conhecer outros bons músicos. Um grande abraço e desculpa a extensão do texto. PS: Desnecessário dizer que as trilhas sonoras do cinema me encantam (ultimamente tenho ouvido muito a de "Alfie").

18/3/05 6:24 da tarde  
Anonymous Ícaro disse...

Puto, respondendo a um dos seus comentários lá no meu blog, disse que música - tal qual o cinema - também é uma das minhas paixões. Mas não sou um grande conhecedor de grupos internacionais. Não que eu não procure conhecê-los, mas acabando ouvindo mais a música brasileira e grandes compositores/intérpretes de outros lugares como Amália Rodrigues e Dulce Pontes em Portugal; Cesária Evora em Cabo Verde; Gardel, Fito Paez e Tanguetto na Argentina; Cole Porter, Nina Simone, Billy Holiday nos EUA; Piaf na França; Lila Downs no México; Jorge Drexler no Uruguai e assim por diante. No cenário mais pop(levando-se em consideração meus quase 40 anos) sou fã incondicional de Bruce Springsteen e Tina Turner; mas também curto Sineàd O'Connor, Seal, Belle e Sebastian, Gentle Waves, Joss Stone, U2, Lenny Kravitz, Annie Lennox, Lisa Stansfield, etc. Gostei do seu blog; com certeza será uma fonte nova para conhecer outros bons músicos. Um grande abraço e desculpa a extensão do texto. PS: Desnecessário dizer que as trilhas sonoras do cinema me encantam (ultimamente tenho ouvido muito a de "Alfie").

18/3/05 6:24 da tarde  
Anonymous Ícaro disse...

Desculpe a duplicidade do comentário: fui corrigir o nome do Jorge Drexler (que conheci recentemente com indicação de sua música para o Oscar) mas o comentário já tinha sido enviado. Abração.

18/3/05 6:27 da tarde  
Blogger FDV disse...

olá puto,

um comentário simples e claramente individual: não conheço muito bem, mas a sonoridade não me agrada.

[peço desculpa a nicolette, mas os meus trilhos musicais não passam pelos seus lados]

cumprimentos do litoral oeste.

18/3/05 8:38 da tarde  
Blogger filipe brito disse...

troquei a participação dela com a de martina topley-bird e alison goldfrap em maxinquaye. nessa altura a participação de nicolette foi com os massive attack no excelente protection.

18/3/05 9:53 da tarde  
Blogger Sushimi disse...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

19/3/05 1:01 da tarde  
Blogger Sushimi disse...

a capa não está assim tão má...
Big Bubis! lol
ouvir a sugestão.

19/3/05 1:03 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

O disco é lindo, tem um poster no interior c/ as letras

a música essa: só grandes malhas!

+
www.blitz.com
(ligar o som!)

19/3/05 10:00 da tarde  
Anonymous hereatheofficeverybodyisafan disse...

by the way: www.blitz.pt:)

19/3/05 10:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home