{ background: black }

terça-feira, maio 24, 2005

Kristin Hersh - Hips And Makers (1994)

 pelO Puto 


A propósito da vinda de Kristin Hersh a Portugal (não vou poder ir, chuif!), decidi dedicar-lhe uma pequena atenção aqui no blog, mais concretamente ao seu álbum de estreia a solo, o meu preferido.
Kristin Hersh formou os Throwing Muses em meados da década de 80, e eram um caso ímpar na cena independente. Uma espécie de pop esquizofrénico, com elementos musicais que pareciam fora do tempo ou deslocados na pauta, estranhamente dissonantes mas de uma sedução ímpar. Claro que isto é dizer pouco sobre uma das mais importantes bandas do seio da 4AD (quem mais os poderia contratar?), e que lançaram álbuns tão bons como "Throwing Muses", "The Real Ramona" ou "Limbo" (já agora, obrigado ao Astronauta por ter passado "Bright Yellow Gun" na última sessão dos Electrodomésticos), mas quero debruçar-me sobre a carreira a solo da senhora dos penetrantes olhos azuis.
Apesar de Kristin ser a compositora da esmagadora maioria dos temas dos TM, em 1994 editou um álbum acústico sem que a MTV o tivesse pedido. Afastado do mar oblíquo em que navegavam os TM, "Hips and Makers" está atracado em terra firme, emanando simplicidade e primando pela melodia amarga e pela beleza mais ortodoxa. A voz anasalada aliada à guitarra acústica e, esporadicamente, a um piano ou a um violoncelo, oferece-nos temas breves e intimistas, mas por vezes cáusticos o suficiente para demarcar a sua presença e força.
Posteriormente editou mais um punhado de álbuns, alternando o formato acústico com a electricidade dos Muses, terminou com estes últimos e formou os 50 Foot Wave, mais directos e ruidosos que os primeiros. Destaco o seu último disco a solo, "The Grotto", onde uma guitarra minimal e um violino cúmplice debitam melodias sobre as quais seu timbre rouco e invulgar se eleva e nos eleva.
Bom concerto para quem tem mais sorte que eu!
http://www.throwingmusic.com/

5 Comments:

Blogger Kraak/Peixinho disse...

Puto! Hey! Este foi de facto o único CD da Kristin que tive. Sim, tive. Pq foi roubado cá de casa, LOL. Tb não a vou poder ver. Apesar de tudo, acho que ela merecia este teu post. Good!
Hugzzz

25/5/05 1:49 da manhã  
Blogger BlueShell disse...

As coisas que tu sabes...

BEIJO IMENSO,
BShell

25/5/05 10:25 da tarde  
Blogger myself disse...

Então fui uma sortuda...com muita pena que não possas ter partilhado, pois ias sem dúvida apaixonar-te ainda mais por aquela senhora com ar de menina. Foi realmente delicioso...com muitas recordações de Throwing Muses e uma simpatia tão honesta de fazer querer abraça-la!! Pronto está a ver o quanto gostei...beijos!

26/5/05 7:09 da tarde  
Blogger O Puto disse...

A Myself: pelo post que vi no teu blog, foste realmente uma sortuda, e eu um azarado!

27/5/05 2:22 da manhã  
Blogger myself disse...

Oohh não digas isso...o problema é os concertos serem muito centralizados na capital. Torna difícil para quem vive noutras partes do país. Eu no teu caso SEI bem como te sentirias...não tivesse eu uma costela transmontana!

27/5/05 11:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home