{ background: black }

terça-feira, outubro 28, 2008

A luta continua

 pelO Puto 



Ontem à noite desloquei-me à Casa da Música para ver Nneka Egbuna Egbuna, uma cantora e antropóloga nigeriana, agora residente na Alemanha. Aquilo que poderia parecer um exotismo transformou-se em ritualismo na sala 2. Como natural de uma região injustiçada pelo governo e explorada pelas companhias petrolíferas - o Delta do rio Níger -, é mais que óbvia a sua revolta. Os temas que interpretou foram quase todos precedidos por um enquadramento predominantemente político, e a raiva e sofrimento transpiraram abundantemente nas palavras. Nneka dá um significado reforçado à soul, pois o que se transfigura no rosto é o que lhe vai na alma. A música e o entretenimento, como ela disse, é apenas parte do trabalho dela em palco. E eu senti isso, algo que já não me acontecia há algum tempo. Quanto à música? Uma boa surpresa. A sua voz emotiva, forte e desarmante eleva-se sobre uma união de afrobeat, hip-hop, funk, r'n'b, rock, reggae e dub, a soul ganha tripas e coração, a sensualidade camuflada conquista, a beleza dos temas passeia-se no ar e a empatia estabelece-se. Perante uma plateia bem composta, Nneka deixava o público intrigado com o contraste entre a sobriedadade do seu discurso politizado e o seu êxtase enquanto canta, bem como com o convívio entre a indignação, a celebração e a esperança presente nos temas. Houve tempo para um mini-concerto dentro do concerto, com o teclista a apresentar um tema do seu repertório, Nneka dedicou-nos um tema, mostrou-se simpática e com sentido de humor q. b., e, sobretudo, apelou com honestidade à nossa consciência aproveitando a porta aberta pela música durante quase duas horas. Excelente.

2 Comments:

Blogger Patrícia & Ricardo disse...

Eu também fui...
E não é que a rapariga tem mesmo uma super voz! Fiquei surpreendido!Obrigado ao Puto :)

28/10/08 9:31 da tarde  
Blogger Juliano Detoni disse...

Nneka é uma mulher incrível, sua voz é inebriante, tem beleza exótica, e sim... extremamente politizada. Uma mulher completa, inteligência, bom humor, cultura, ótima voz.

Inveja boa de ti, queria ter ido ao show tbem.

26/3/09 11:17 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home