{ background: black }

sexta-feira, julho 01, 2005

M. I. A. - Arular (2005)

 pelO Puto 


"Que raio de música mais estranha!" foi a minha primeira reacção ao álbum de estreia de Mathangi Arulpragasam, inglesa mas com ascendência no Sri Lanka. E é realmente estranha. Senão vejam: M. I. A. tem uma pronúncia enrolada, uma voz atónica, uma entoação entre um MC jamaicano e um rapper hardcore, e tudo isto é sobreposto a ritmos sincopados, baixos sintéticos, samples dissonantes e ruidos provenientes de um Roland MC-505, um sequenciador também utilizado por outra one-woman-show - Peaches. O discurso é político e social, provavelmente pela costela política do pai, um Tigre Tamil. O resultado é uma sopa passada (com ossos e tudo) de dub, funk, hip-hop, electro, grime, música moderna africana (vulgo kuduro) e sei lá mais o quê, que muitas vezes se entranha mas esporadicamente atinge níveis quase insuportáveis, talvez devido a uma artificialidade em demasia. Vale-lhe a duração breve.
Ficava na dúvida se gostava ou não do álbum. Actualmente estou mais inclinado para a primeira hipótese. Mas o título de insólito ninguém lhe tira.
http://www.miauk.com/
Amostras: Pull Up The People | Bucky Done Gun | Hombre

9 Comments:

Blogger Spaceboy disse...

Pois eu estou mais inclinado para a segunda hipótese. Como o gonn1000 já disse, a música da M.I.A. é extremamente repetitiva. Não gostei.
Entao e quando é que falas sobre um disco que realmente não gostes? o meu proximo post vai ser sobre um disco que nao gostei, espero nao desiludir muita gente (acho que não). Fica bem

2/7/05 2:16 da manhã  
Blogger Ricardo disse...

Realmente tanto alarido. Li as críticas, fiquei curioso mas não muito. Ouvi o álbum e em certos momentos distraía-me pois não me cativava. No entanto acho que é uma artista que ainda promete...

2/7/05 3:09 da tarde  
Blogger Kushinada San disse...

o grime principalmente, é um genero em ascensão, do qual este é um bom exemplo, mas sem duvida continuo a apreciar mais o kano e o dizee rascal.
este genero está-ame a fazer perder muitas horas........felizmente

2/7/05 3:14 da tarde  
Blogger Spaceboy disse...

Eu gosto muito do Dizzee Rascal, do kano, do projecto The Streets, mas isto da M.I.A. é que não vai com nada.

2/7/05 5:22 da tarde  
Blogger Ricardo disse...

The Street são fabulosos, Dizzie Rascal o rapaz vai longe mesmo, Kano só conheço uma música. Agora realmente M.I.A. será que estamos a ser descriminatórios?

3/7/05 12:30 da manhã  
Blogger moon between golden stars disse...

Dentro do estranho... é até um som um pouco místico... eu gostei!!!

Um abraço

3/7/05 10:25 da manhã  
Blogger O Tipo disse...

Tirando a mensagem política, o álbum até nem é mau, se bem que por vezes é um bocado forçado...

4/7/05 10:59 da manhã  
Blogger João M disse...

Repetitivo?!
Repetitivo são os Spain! Vocês não sabem é mexer a anca.

5/7/05 5:56 da tarde  
Blogger O Gémeo Perverso disse...

Alguém falou em Kuduro? E então com esta menina...

6/7/05 2:48 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home