{ background: black }

quinta-feira, janeiro 29, 2009

Ra Ra Riot - The Rhumb Line (2008)

 pelO Puto 



A primeira vez que ouvi “The Rhumb Line”, este não me chamou muito a atenção. Parecia-me mais uma banda com inspiração pós-punk, com um single orelhudo e pouco mais. No entanto, devido à opinião credível de algumas pessoas conhecidas, dei-lhe uma segunda oportunidade no carro (um dos meus sítios preferidos para ouvir música com a atenção que ela merece) e, claro, não me arrependi.
Uma das características determinantes que demarca o som dos Ra Ra Riot é o dos instrumentos tocados pelas meninas da banda: violino e violoncelo. Os filigranas por elas elaborados não servem como adorno ao corpo formado pela bateria, baixo e guitarra. Fazem parte de toda a estrutura, com a benesse de acrescentarem uma beleza ora bucólica ora sofisticada a todas as composições, percorrendo, por vezes, caminhos neo-classicistas. Wes Miles concede a firmeza da sua voz a temas que falam de dualismos (amor e morte, fatalismo e esperança) que todos nós enfrentamos, mas aborda-os de uma forma explícita e personalizada, principalmente nas letras compostas pelo ex-baterista John Ryan Pike, tragicamente falecido no verão passado. A composição é melancólica, os ritmos são sólidos, até mesmo quando abordam Kate Bush em “Suspended In Gaffa”, não apresentando nenhum momento baixo.
Tal como aconteceu no ano passado com os Spoon, arrependo-me de não os ter visto ao vivo em Lisboa nem em Paredes de Coura.
Sítio oficial dos Ra Ra Riot
Ra Ra Riot no MySpace
Videoclip de "Dying Is Fine"
Videoclip de "Ghost Under Rocks"
Amostras: Each Year | Can You Tell | Too Too Too Fast

3 Comments:

Blogger Music--Lounge disse...

muita gente esteve em Coura e não viu isto.......muita gente mesmo. Mas os que lá estiveram por volta das 19h deram bem conta do recado. Foi muito bom

30/1/09 2:10 da manhã  
Blogger Shumway disse...

Uma das grandes surpresas (positivas) do ano.

Abraço

30/1/09 4:35 da tarde  
Blogger O Puto disse...

Music--Lounge, era mesmo isso que eu precisava de ouvir (not!).

Shumway, concordo inteiramente.

Abraços!

30/1/09 4:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home