{ background: black }

terça-feira, dezembro 04, 2007

Asobi Sexy

 pelO Puto 



Eram poucos os afluentes à sala 2 da Casa da Música, para o primeiro concerto incluído na mais recente edição do Clubbing. Isto talvez se deva ao facto da banda ser pouco conhecida ou pelo preço dos bilhetes, face à entrada gratuita no espaço do piso inferior, junto à entrada, onde um dos Junior Boys seleccionava música. Cheguei um pouco atrasado, e quando entrei na sala os Asobi Seksu tocavam “Strawberries”, o que me impeliu logo ao movimento. Yuki destacava-se à frente, numa figura elegante e segura, cantando e manipulando o seu teclado. A meu ver, devido à boa equalização, a sua voz não se afogava na parede de guitarra erguida por James Hanna. Aliás, aquilo que na altura do shoegazing era construído com duas guitarras, pelo menos, hoje apenas necessita de uma. É certo que se sacrificam algumas linhas melódicas (um só homem nas seis cordas não faz milagres), mas aquele som que preenche o espaço era simplesmente hipnótico, onde o trance foi muito bem complementado pela iluminação. No desfilar do último álbum, “Citrus”, que preencheu quase todo o alinhamento, pude-me deleitar com as melodias vocais, o músculo da secção rítmica e aquele ruído a lembrar os My Bloody Valentine. No final de “Red Sea”, a banda entrou em devaneio, com uma cascata de feedback a acompanhar um ritual de bateria por Yuki. Ainda regressaram para tocar o seu single de Natal, que é nada mais nada menos que uma cover dos Ramones. Belíssima estreia. Não resisti e levei uma recordação: um vermelho e duplo 7" do single "Strawberries" por apenas €5.
A seguir, monsieur Etienne de Crécy reconstruiu a sua música ao vivo, fosse em nome próprio ou sob a designação de Superdiscount. Foi eficaz, mas estas actuações de música electrónica em formato one-man-show-with-machines fazem-me um pouco de confusão no sentido em que se poderão apelidar de concertos. Como reagir, para além de dançar? A atenção deve estar dirigida para o palco? Não sei responder, mas o certo é que se passou um bom bocado.
A próxima edição do Clubbing, a realizar-se no dia 19 de Janeiro, é imperdível, pois marca o regresso dos The Go! Team a Portugal.

6 Comments:

Blogger eduardo disse...

a meu ver o som devia estar mais alto. A muralha sonora não se fez notar tanto como gostaria, ainda assim valeu bem a pena.

4/12/07 9:32 da tarde  
Blogger Harry_Madox disse...

por uma vez sem exemplo, faço minhas as tuas palavras, rapaz. grande concerto dos asobi, desapontantes estas actuações de música electrónica em formato one-man-show-with-machines

4/12/07 11:11 da tarde  
Blogger gonn1000 disse...

Os Asobi deviam era ter vindo a Lisboa, sempre tinham pelo menos mais um espectador :(

Mas também não deve ter sido assim tãaao bom :P

6/12/07 12:01 da manhã  
Blogger John The Revelator disse...

Oh puto tira-me uma dúvida: os The Go! Team vêm mesmo ao Clubbing? Então aquilo não é no primeiro sábado de cada mês? 19 de Janeiro é um bocado deslocado... De qualquer maneira, é uma grande notícia!

8/12/07 8:29 da tarde  
Blogger ana disse...

"Citrus" é um álbum fantástico. Tive mesmo pena de ter perdido este concerto :(

12/12/07 12:05 da manhã  
Blogger maria disse...

Óptima notícia essa dos Go! Team!! E quanto aos Asobi Seksu, gosto muito de uma remistura de Cassettes Won't Listen, acho que vale a pena ouvir...

12/12/07 4:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home