{ background: black }

sexta-feira, abril 15, 2005

Música versus letra

 pelO Puto 


A música, uma das minhas grandes paixões (a quem lhe dedico umas quadras), enche-me os sentidos e a mente, e, talvez por isso, nem sempre tenho disponibilidade mental para prestar atenção às letras. As notas, os ritmos e as ambiências vêm sempre primeiro, e só depois, eventualmente, me dedico a explorar o verbo embebido. É certo que as palavras têm imensa musicalidade, mas a elas lhes é dedicada uma arte. Não permito que a componente textual me distraia ou impeça de disfrutar a componente sonora.
Apesar de não ser uma capacidade exclusivamente humana, é nesta dimensão que a música nos induz estados de alma. E a palavra que a acompanha não tem que ser, para mim, necessariamente sábia ou bela. Mas, quando isso acontece, desse jogo resultam composições inesquecíveis.

O ouvido sedento sacias
Amparas minh'alma na mão
Viajante de noite e de dia
Sem tirar os pés do chão.

Em teu corpo me contorso
E teu encanto me ataca
És luxúria sem remorso
Embriaguez sem ressaca

Não é uma letra de uma música, mas até poderia ser. É para verem até que ponto a música é inspiradora da letra, apesar do inverso também poder ser válido.

7 Comments:

Blogger 'Thought & Humor' disse...

Thought I would stop in to say, "Hi"!!!

Howdy

'Thought & Humor'
http://ilovehowdy.blogspot.com/
Harvard Humor Club
http://groups.yahoo.com/group/Harvard_Humor_Club/

15/4/05 2:25 da manhã  
Blogger gonn1000 disse...

Normalmente também reparo primeiro na música, e se gostar tomo mais atenção à letra...

15/4/05 11:07 da manhã  
Blogger JAP disse...

É precisamente da forma que descreves que as coisas se passam comigo. A música primeiro.
Um abraço e bom fim-de-semana

15/4/05 2:54 da tarde  
Blogger FDV disse...

musica primeiro. sem dúvida.

abraço

16/4/05 4:42 da tarde  
Blogger I'm No Lady disse...

Ouvir música é como ler... mas com os ouvidos. :)

17/4/05 9:17 da tarde  
Blogger Kraak/Peixinho disse...

A música é como um poema. Lemos uma vez, quase de fugida, à procura das rimas principais. Se não te agrada na 1ª vez, ainda ofereces uma 2ª oportunidade. Já não procuras as rimas principais, mas outras palavras por ali escondidas. Voltas a ler. Começas a gostar. Começas a interpretar. Claro que na música, há uma sonoridade presente que nos poemas és tu quem imaginas. Essa sonoridade é importante. Pode ser logo à 1ª ou não.
Gostei do poema.
Hugzzz
Kraak/Peixinho aka MusicFan

24/4/05 7:28 da tarde  
Anonymous Ícaro disse...

Puto, acho que nunca tinha parado para pensa nisso. Mas você tem razão: a música primeiro. De outra forma, como explicar que às vezes acho a letra maravilhosa mas a canção não consegue me encatar? Abração. PS: Não disse que continuaria passando por aqui?

25/4/05 7:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home